Relatório do TCU aponta deficiências na aplicação de 17 políticas públicas

O Relatório de Políticas e Programas (RePP) de 2019 identificou múltiplas lacunas de governança e gestão em 17 políticas públicas que compõem o documento, em aspectos como planejamento, gestão de riscos, governança, regulamentação, monitoramento e avaliação. São falhas que vão … Continuar lendo Relatório do TCU aponta deficiências na aplicação de 17 políticas públicas

Desocupação devasta o interior do Amapá

  A taxa de desocupação no Amapá alcança níveis alarmantes no interior do Estado, segundo revela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), elaborada com informações do primeiro semestre de 2019. O Amapá é o primeiro de uma amostragem divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e construída com microdados coletados na região Norte. De acordo com o levantamento, no interior a taxa de desocupação entra em queda livre, deixando à mostra uma realidade bem conhecida: o desemprego vem aumentando em cidades do interior.Por outro lado, se a taxa de desocupação no interior amapaense aumenta, também … Continuar lendo Desocupação devasta o interior do Amapá

Falta de pagamento atinge pacientes do PTDF

Por Emanoel Reis Está provocando revolta a veiculação, nas redes sociais, de uma carta supostamente atribuída a uma conhecida empresa de turismo e venda de passagens aéreas estabelecida em Macapá, comunicando a suspensão de contrato firmado com o governo do Estado (leia-se Secretaria de Estado da Saúde) para emissão de passagens a pacientes inscritos no Programa de Tratamento Fora de Domicílio. Conforme cópia do documento em circulação a partir de primeiro de julho, todas as solicitações, “em caráter de urgência” para o PTFD, permanecerão suspensas até que a SESA confirme a atualização dos pagamentos em atraso.A princípio, a medida adotada … Continuar lendo Falta de pagamento atinge pacientes do PTDF

As histórias transversas da praça Zagury

A ROUBALHEIRA NÃO PARA Outro esquema de corrupção abala as estruturas da Caesa Por Emanoel Reis A operação denominada “Água Fria”, deflagrada na Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), sexta-feira, 14 de junho, pelo Ministério Público do Estado, leia-se Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (MPE/GAECO), está longe de sua conclusão. Em entrevista exclusiva ao site AMAZÔNIA VIA AMAPÁ, concedida na manhã de segunda-feira, 17 de junho, no Complexo Cidadão Zona Sul do MPE, o coordenador da operação, promotor de Justiça Afonso Guimarães, informou que durante a ação policial foram cumpridos nove mandados de busca … Continuar lendo As histórias transversas da praça Zagury

Complexo Turístico do Araxá vira terra arrasada

Por: Emanoel Reis O que deveria ser um dos principais cartões postais de Macapá, atraindo turistas dos Estados próximos e, até do exterior, virou terra arrasada, com calçadas ruindo, blocos de concreto do muro de arrimo arrancados à força de fórceps pelas águas do rio Amazona, lama, mato e muito lixo espalhado ao redor dos quiosques. Este é o retrato desfocado do Complexo Turístico do Araxá, que ocupa uma extensão de quase dois quilômetros na orla de Macapá, um dos mais belos cenários da Amazônia Legal, segundo opinião de renomados especialistas, a exemplo do pesquisador Nemézio Filho, doutor em Comunicação … Continuar lendo Complexo Turístico do Araxá vira terra arrasada

Onda de violência no Amapá ganha contornos de tragédia social

“Meter o bicho” quer dizer “assaltar”. A expressão, cunhada nas ruas pelos criminosos, é também bastante conhecida pelos policiais e até usada por jornalistas que cobrem o submundo do crime e a ação da polícia. Nos últimos meses, o que o amapaense mais tem visto são bandidos metendo o bicho. Os alvos são os mais variados, desde um simples mercantil de esquina a uma agência bancária dentro do que deveria ser uma fortaleza a prova de roubos: o quartel do próprio Comando Geral da Polícia Militar do Estado, onde trabalham mais de 3 mil policiais. O QG da PM do … Continuar lendo Onda de violência no Amapá ganha contornos de tragédia social

Trânsito desorganizado em Macapá sufoca e atemoriza população

Emanoel Reis Parado na frente de um antigo imóvel em alvenaria localizada na rua Leopoldo Machado, às proximidades da avenida Ana Nery, bairro Jesus de Nazaré, o aposentado Otoniel Moreira dos Santos, 74 anos, olha desinteressado o intenso tráfego de veículos no entorno. Já se acostumou ao ronco dos motores, às buzinas dos apressados, às freadas bruscas. Não por conformismo, assinala. Mas, porque desistiu de reclamar. “Antigamente não era assim”, observa, com evidente tom monocórdio na voz.O tempo assinalado pelo septuagenário reporta ao século passado, mais precisamente aos anos 1950 e 1960, quando Macapá despontava como capital do Território Federal … Continuar lendo Trânsito desorganizado em Macapá sufoca e atemoriza população