Waldez beneficia empresário com contratos milionários

Arte: Amazônia Via Amapá — (CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AMPLIAR)
Por Emanoel Reis

A amizade entre o empresário José Carlos de Melo Cardoso e o governador Waldez Góes (PDT) vem de longas datas e guarda interesses nada convencionais. Nos bastidores do Palácio do Setentrião Cardoso, que aparecia como secretário geral do PDT Amapá, atende pelo codinome JC, e tem ampla liberdade para percorrer os corredores mais reservados e entrar, sem necessidade de prévio anúncio, no principal gabinete da sede do governo amapaense. É um homem bem articulado, com relações nas três esferas de poder, cuja influência alcança secretarias de Estado, autarquias e órgãos vinculados. É proprietário da J C M Cardoso & Cia Ltda – Epp (J.C.M. Comércio e Servicos), locadora de veículos que, não faz muito tempo, funcionava em um prédio acanhado, localizado na esquina da avenida dos Aimorés com a rua Santos Dumont, no bairro do Buritizal, em Macapá.

MODÉSTIA SÓ NA FACHADA
A começar pela aparência modesta, numa avaliação mais comedida, e pelo próprio estado de conservação do imóvel. A mal-ajambrada placa de indetificação do empreendimento, sobreposta na beirada de um telhado coberto com telhas de amianto, quer fazer crer tratar-se de uma pequena empresa cujo proprietário enfrenta graves dificuldades para manter o ponto comercial.
Quem transita pela rua Santos Dumont, em direção à avenida dos Aimorés, passa pela locadora sem prestar-lhe muita atenção. Exceto, talvez, por alguns veículos (camionetes, automóveis) mantidos no pátio desenxabido, com aspecto de mal conservados, provavelmente com o propósito de despistar possíveis e indesejados abelhudos. Faz acreditar na possibilidade de um estratagema para dissimular as verdadeiras atividades da locadora.

O empreendimento, que seis anos atrás atuava como uma Micro Empresa Individual (MEI), ampliou para dois o quadro de sócios e administradores (QSA), tornando-se uma Empresa de Pequeno Porte, com faturamento anual estimado em quase R$ 4 milhões. E foi mais longe. Também aumentou a abrangência de sua prestadora de serviço, inserindo mais sete modalidades comerciais estabelecidas no Código Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), e meticulosamente escolhidas para atender as oportunidades de negócios oferecidas para quem trafega, com extraordinária desenvoltura, nos bastidores palacianos.
Para deixar de ser um obscuro empresário individual e tornar-se o principal locador de automóveis sem condutor para o governo estadual, José Carlos de Melo Cardoso desempenhou papel decisivo na eleição de Waldez Góes, em 2014. Ao lado da primeira-dama e deputada estadual Marília Góes, o empresário foi atuante na arrecadação de recursos para a campanha, ganhando status de “tesoureiro” entre os demais integrantes do staff pedetista. Com esse pretígio, garantiu carta branca para estender suas atividades em pelo menos 17 secretarias, autarquias e fundações, transformando-se no principal prestador de serviço do governo estadual.
Levamento exclusivo feito pelo site AMAZÔNIA VIA AMAPÁ, a partir de informações coletadas no Portal da Transparência do governo do Estado, revela que os negócios mais rentáveis de JC centravam-se na Fundação da Criança e do Adolescente, na Secretaria de Estado da Administração, Departamento Estadual de Trânsito e Rádio Difusora. Já entre 2009 e 2010, a J C M Cardoso & Cia Ltda registra um faturamento de R$ 2,6 milhões somente na Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (SIMS).
A multiplicação de contratos sob a égide de JC impressiona pela abrangência e volume de recursos públicos envolvidos nas prestações de serviços. Nos gráficos que ilustram esta reportagem, é possível acompanhar o vertiginoso faturamento do empresário, cuja sede de sua principal empresa não revela, nem para os mais experimentados observadores, que nela atua um dos mais bem-sucedidos prestadores de serviço do Amapá.

PRINTGRAF: OUTRA FONTE DE LUCROS ESTRATOSFÉRICOS
Durante as eleições gerais de 2018, JC diversificou os negócios, tornando-se o principal responsável pela confecção do material gráfico da campanha à reeleição do governador, passando a gerir pessoalmente toda a produção, acompanhando o processo dentro da PrintGraf Editora Gráfica LTDA EPP. Conforme informações extraoficiais, confirmada a candidatura de Waldez Góes à reeleição, o empresário José Carlos de Melo Cardoso passou a investir mais no setor gráfico, tornando-se, segundo fontes palacianas, um dos principais fornecedores do material de campanha eleitoral do governador. Boa parte dos cartazes e santinhos de divulgação da campanha de Waldez teriam sido impressos na antiga gráfica JM Editora, localizada na avenida Alagoas, 475, bairro do Pacoval.
Aliás, o setor gráfico passou a ser outro negócio açambarcado pelo multifacetado empresário. Desde 2015, o número 475 da avenida Alagoas é o endereço mais bem frequentado do Pacoval. No local, onde antes pontificava a Gráfica JM, de propriedade do empresário Miguel Papaléo, irmão do ex-senador e ex-vice-governador João Bosco Papaléo Paes, funciona a pleno vapor um dos negócios mais lucrativos do estado, a despeito da grave crise que atinge em cheio os demais segmentos da economia local.
A Gráfica JM monopolizou os serviços de impressão gráfica do governo estadual desde meados de 2003, quando Waldez Góes assumiu o estado pela primeira vez. Além de dar as cartas nos dois governos do pedetista (2003 – 2006/2007 – 2009), J C ainda “sobreviveu” aos governos Pedro Paulo Dias de Carvalho (2010) e Camilo Capiberibe (2011-2014).
Mas, decisões administrativas equivocadas e o crescente endividamento levaram Miguel Papaléo a deixar o negócio, transferindo-o à época para a WBJ Editora Gráfica LTDA – EPP, depois convertida para PrintGraf Editora Gráfica LTDA EPP, controlada por um grupo de sócios, habitués do Palácio do Setentrião.
A PrintGraf foi estruturada para ser a única beneficiada com os serviços gráficos do governo estadual. Tanto que a primeira “garfada” aconteceu logo após a posse de Waldez Góes, semanas antes da realização da Expofeira 2015. Um contrato emergencial de R$ 1,6 milhão beneficiou a PrintGraf e ela imprimiu todo o material publicitário do evento.
NEGÓCIOS NO GOVERNO — Os gráficos apresentam em valores quanto renderam para J C M alguns contratos de prestação em secretarias e autarquias — Arte: Amazônia Via Amapá

 

 

 

Anúncios